Olá!
É com grande prazer e alegria que anuncio hoje: o blog acabou de fechar parceria com a Editora Belas Letras! Confiram um pouco mais sobre a editora:


"A Belas-Letras é uma editora jovem, nascida em abril de 2008, com o compromisso de promover o prazer pela leitura e fortalecer a relação afetiva das pessoas com os livros. Para a Belas-Letras, ler é se emocionar e se divertir a cada página. Trabalhamos para transformar cada leitura em uma experiência prazerosa e inesquecível para os nossos leitores.
Somos uma das primeiras editoras brasileiras a publicar livros licenciados sobre futebol, em parceria com os grandes clubes brasileiros, estimulando a leitura e a união entre pais e filhos por meio dessa que é nossa paixão nacional. Além do esporte, a Belas-Letras investe em outros assuntos, como livros sobre música, esportes em geral, humor, desenvolvimento pessoal, bem-estar, blogs, livros infantojuvenis, livros-brinquedo e livros-presente, sempre com o objetivo de surpreender e encantar o leitor com bom conteúdo e esmero nas edições.
O maior patrimônio da Belas-Letras são seus leitores e seus escritores, ou seja, quem escreve e quem lê. De um lado, temos em nosso catálogo nomes como Humberto Gessinger, Helio de La Peña, Gabriel o Pensador, Serginho Groisman, Nando Reis, Tico Santa Cruz, Luís Augusto Fischer, Eduardo Bueno e Mauro Beting, entre outros. Do outro lado está você, o leitor, nossa razão de existir – e a dos nossos livros também."
Quer conferir outros autores que fazem parte dessa editora? Então clique aqui.
Um beijo, Isadora.


Olá pessoal, ganhamos um meme da querida Clari, do blog parceiro Constelando Alvoradas! Obrigada pelo carinho, Clari! <3

Regras:
. Responder a pergunta: Qual livro você indicaria para uma pessoa começar a ler?
Indicar 10 blogs para essa campanha.
Avisá-los que você os indicou e colocar o Selinho da Campanha no blog.


Indicação de livro:

- Que tal um beijo, saumensch?

É o livro que eu indico, obviamente o título não é esse, e sim "A menina que roubava livros", do Markus Zusak, um livro que eu simplesmente amei e foi um dos primeiros livros que li e me apaixonei. Conta a história de Liesel Meminger, uma garota pobre que foi doada pela mãe para um casal alemão, e a história se passa na Segunda Guerra Mundial. É contada pela Morte (vocês vão entender quando lerem o livro), e o título faz referência aos livros que Liesel começou a roubar no dia da morte de seu irmão e nos quatro anos seguintes. É um livro realmente emocionante e impactante, vale à pena lê-lo. 

10 blogs:

Beijos,
Renata.


Olá!
Descobri hoje uma loja online super legal, que se chama Hey Ladybug. Ela consiste de acessórios baseados em livros, filmes e outros! O que me chamou a atenção foi isso, pois é raro achar lojas que vendem coisas desse tipo, além dos preços serem ótimos.
Confiram alguns produtos:

Harry Potter


Colar Love Potion

R$ 30,00
R$ 23,00

"A poção do amor da Gemialidades Weasley é a melhor que existe, segundo Fred e Jorge. Funciona por até 24 horas, dependendo do peso corporal do rapaz em questão e da atração exercida pela moça. Esse produto é parte da linha Bruxa Maravilha!"




Phoenix Ash

R$ 28,00
R$ 22,40

"Cinzas de Fênix - As fênix são pássaros que, quando chega a hora de morrer, pegam fogo e depois renascem das cinzas."

















Pulseira HP! - Gryffindor

R$ 30,00

"Esta pulseira trás várias formas de relembrar Hogwarts.
A vassoura é um dos transportes e é usada para o jogo de quadribol.
O óculos do menino que sobreviveu, Harry Potter.
As cores da sua casa: Grifinória!
O pomo de ouro, que nos remete ao tão querido quadribol.
O raio, a cicatriz que nos lembra o poder do amor da mãe de Harry por ele.
O chapéu bruxo.
A coruja é um dos mascotes do mundo bruxo."
Percy Jackson
R$ 24,00
"Percy recebe os tênis voadores de Luke, o qual pertencia a Hermes. Mas Percy não chega a usar o tênis, quem usou foi Groover, que quase foi sugado para o Tártaro."









Colar Circe's Shake

R$ 30,00
R$ 24,00

"Milkshake da Circe

Circe atrai várias pessoas  para o C.C.'s Spa & Resort.As mulheres recebem um tratamento VIP, e os homens recebemo que merecem... um delicioso milkshakesabor morango, que os transforma em porquinhos da Índia. Percy provou desse milkshake e foi salvo por Annabeth, que também salvou outros homens que estavam na mesma condição, usando as vitaminas de Hermes."


Colar Icor

R$ 28,00
R$ 23,00


"Sangue dos Deuses.

Teve algum desentendimento com um Deus? Conseguiu ferí-lo? Então carregue um pouco do sangue dele e carregue como um troféu! O Icor é o fluido eterno, presente no sangue dos Deuses. Quando um deus é machucado e sangra, seu sangue é venenoso para mortais. Essa substância também faz com 
que o sangue dos deuses tenha uma coloração dourada."




Jogos Vorazes

Colar Peeta

R$ 26,00

"Peeta Mellark é o tributo masculino do Distrito 12 da edição 74 dos Jogos Vorazes. Tem dezesseis anos, é filho de um padeiro e vive na parte média do seu distrito, descrito como um dos poucos a ter alguma condição naquele local. Peeta salva a vida de Katniss várias vezes durante os Jogos, mas antes disso salva a vida de Katniss e de sua familia dando a ela escondido 2 pães queimados. Katniss nunca teve a oportunidade de agradecer, e se sentia em dívida com Peeta. Nos Jogos ela mais que agradece, ela também salva a vida de Peeta."


Colar The Hunger Games

R$ 22,00

"Katniss é como o “tordo”. Ela é algo que nunca deveria ter sido criado, que a Capital nunca quis que acontecesse. Da mesma maneira que eles deixaram os “gaios tagarelas” soltos e pensaram, “Não temos que nos preocupar com eles”, eles pensaram, “Não temos que nos preocupar com o Distrito 12″. E essa nova criatura evoluiu, que é o “tordo”, que é Katniss."



Colar Arco e Flecha

R$ 24,00
R$ 22,00

"Não se sabe se Katniss escolheu o arco e flexa como arma, ou se o arco e flexa a escolheu."










Saga Crepúsculo


Colar Vampire Blood

R$ 28,00
R$ 25,20

"O sangue de vampiro é um veneno poderoso que destrói o vigor do alvo."


















Anel Dentes de Vampiro


R$ 15,00
R$ 14,25

OBS: A medida é regulável.














Colar La Tua Cantante

R$ 27,00
R$ 21,60

“La Tua Cantante” A verdade é que até hoje ninguém além de Aro conseguira definir tão bem o que era aquela força gravitacional que mantinha Edward preso a mim e eu a ele. Era mais do que amor, era mais do que destino... Eu simplesmente pertencia à Edward, e ele, em breve, pertenceria à mim."



-Se vocês gostaram desses produtos, podem conferir eles e muitos outros aqui.
-Quer receber novidades diariamente da loja? Então curta a página no Facebook!
-E uma novidade: Pra quem gosta de Percy Jackson & Os Olimpianos, tem um concurso rolando lá na loja, em que vocês devem fazer alguma comida que lembre a saga! Legal, né? Então pra quem quiser participar e saber mais sobre o concurso, deve acessar esse link.

Um beijo e boas compras,
Isadora.




Título: Virtude Indecente
Autora: Nora Roberts
Editora: Bertrand Brasil
Número de páginas: 294
Ano:
2009
Avaliação: 5/5

SINOPSE

Quando uma superstar da literatura policial visita a irmã, pretendendo relaxar e espairecer da cansativa turnê de lançamento de seu novo bestseller, vê-se na pista de um assassino da vida real que já desestruturou sua vida e agora... pretende matá-la.

Grace McCabe fica chocada ao descobrir que a irmã Kathleen mora num subúrbio decadente de Washington, D.C., e complementa a renda como operadora de telessexo após ter passado por um divórcio penoso. Entretanto, com a empresa Fantasia garantindo anonimato completo aos funcionários, até onde essa atividade pode ser perigosa? Grace logo descobrirá a resposta quando certa noite, ao regressar para casa, depara-se com uma cena tenebrosa, que poderia ter saído de um de seus mais apavorantes romances.

Ignorando as advertências do tranquilo detetive Ed Jackson, monta sozinha sua própria armadilha para incitar o assassino a sair do esconderijo. Mas o que pode protegê-la de um maníaco cuja volúpia de matar não se detém diante de nada... nem de ninguém?

Minha opinião: Virtude Indecente é um livro encantador e interessante. O que acontece nele é um esquema envolvendo duas irmãs - Grace, escritora renomada que escreve romances policiais, e Kathleen, uma professora que vive numa pequena cidade. 
   Elas são o oposto uma da outra. Kathleen tinha acabado de se divorciar e vivia em crise; ela tivera um filho, o qual ficou com o marido, porém Kathy lutava pela guarda do mesmo, contratando um advogado para isso. Porém, como em sua profissão não havia tanto retorno de dinheiro, ela resolve trabalhar como operadora de telessexo (recebendo telefonemas de estranhos todas as noites e tendo conversas eróticas ou apenas escutando seus debates via telefone), sob o pseudônimo Désirée. Mas o que Kathleen não sabia é que se envolver com isso a levaria para o fim. 
   Grace McCabe resolve visitar a irmã com o intuito de ajudá-la, mas o que Grace não sabia era que numa noite se depararia com uma cena horrível que poderia muito bem ter saído de um dos seus livros de romance policial. 
       Grace se vê desolada e, contrariando até mesmo o vizinho de sua irmã, detetive Ed Jackson, ela resolve montar sua própria armadilha para pegar o assassino da irmã. 
      
      O livro envolve romance, suspense e drama. Há envolvimento amoroso entre Ed e Grace numa certa "altura" do livro e revolta em outras partes. Enquanto Ed quer protegê-la de tudo e a mimar, Grace mostra-se uma pessoa forte e batalhadora. O que almeja ver e conseguir é pegar o suspeito da morte de sua irmã. Mas ela conseguirá mais do que isso. 
   Comprei o vira-vira dos livros da Nora (Tesouro Secreto e Virtude Indecente), porque saem beeeeem mais em conta hahaha. Minha opinião é que Virtude Indecente é mais emocionante do que Tesouro Secreto. Não sei se é porque no livro Tesouro Secreto há muita enrolação para a hora do "clímax" do casal ou se é pelo detalhe das descrições dos lugares que eles fogem. Virtude Indecente é mais raso quanto a isso, se limita a detalhes e é tudo contado "na lata", visto que o tema central, aliás, o que envolve o leitor na trama do livro é mais como "onde encontrar o assassino de Kathleen" do que "quem é o assassino de Kathleen", já que o mesmo já é revelado no início. Porém, para os personagens, o tema central é descobrir quem matou Kathy e como encontrá-lo. Só uma coisa: em algumas partes do livro você acaba se chocando com o que acontece, e mais ainda, com quem é o assassino de Kathy. 

 Boa leitura!

Trecho do livro (sobre Ed):

"Já vira outros se despedirem de alguém que amavam assim. Mesmo após todas as cenas, todas as vítimas e todas as investigações, ele não conseguia não sentir nada.""... Uma vida acaba e muitas vezes essa perda afetava dezenas de outras. Era seu trabalho examinar o fato com lógica, verificar os detalhes, os óbvios e os enganosos, até reunir provas suficientes para uma prisão. Para Ed, a compilação era o aspecto mais satisfatório do trabalho policial."  


Um beijo, 
Renata.


Olá leitores!
Não sei vocês, mas eu adoro os livros da Novo Conceito. E hoje, eu vim falar sobre o lançamentos dessa editora.

Título: Esperando por você
Autora: Susane Colasanti (da mesma autora do livro "Bem mais perto")
Ano: 2013
Número de páginas: 336
Gênero: Ficção e juvenil
Editora: Novo Conceito
Preço sugerido: R$ 29.90

"É hora de iniciar o segundo ano do Ensino Médio, e Marisa está pronta para um novo começo e para seu primeiro namorado de verdade. No entanto, depois de o popular Derek convidá-la para sair, as coisas ficam complicadas. Além de seus pais se separarem e de Marisa ter uma briga com seu melhor amigo, o amor da sua vida — Derek — a deixa desapontada. As únicas coisas que mantêm Marisa são os podcasts de um DJ anônimo, o qual parece entendê-la totalmente. Mas ela não sabe quem ele é... Ou sabe?"




Título: Uma questão de Confiança
Autora: Louise Millar
Ano: 2013
Número de páginas: 384
Gênero: Ficção
Editora: Novo Conceito
Preço sugerido: R$ 31.90

"Em um subúrbio tranquilo de Londres, algumas mães se ajudam através de amizade, favores e fofocas. No entanto, algumas delas não parecem confiáveis e outras têm segredos obscuros.  Quando Callie se mudou para seu novo bairro, pensou que seria fácil adaptar-se. Contudo, os outros pais e mães têm sido estranhamente hostis com ela e com sua filha, Rae, que também descobriu como é difícil fazer novas amizades. Suzy, seu marido rico e seus três filhos parecem ser a única família disposta a fazer amigos, mas, recentemente, a amizade com Suzy anda tensa.   Ainda mais com a atmosfera pesada que pairou sobre o bairro após a chegada da polícia e o relato de um possível suspeito morando no bairro. O que Callie e sua pequena Rae podem esperar? Em quem confiar? E, sobretudo, como imaginar que certas atitudes rotineiras podem colocar em risco a vida de sua pequena filha? Verdades e mentiras parecem se esconder nestas pequenas casas."


Título: Proteja-me
Autora: Juliette Fay
Ano: 2013
Número de páginas: 448
Gênero: Ficção e drama
Editora: Novo Conceito
Preço sugerido: R$ 34.90

"Quatro meses após a morte do marido, JanieLaMarche continua tomada pela dor e pela raiva. Seu luto é interrompido, no entanto, pela chegada inesperada de um construtor com um contrato em mãos para a obra de uma varanda em sua casa. Surpresa, Janie descobre que a varanda era para ser um presente de seu marido — tornando-se, agora, seu último agrado para ela.  Conforme Janie permite, relutantemente, que a construção comece, ela se apega aos assuntos paralelos à sua tristeza: cuidando de seus dois filhos de forma violentamente protetora, ignorando amigos e família e se afundando em um sentimento de ira do qual não consegue se livrar. Mesmo assim, o isolamento autoimposto de Janie é quebrado por um grupo de intervenções inconvenientes: sua tia faladeira e possessiva, sua vizinha mandona, seu primo fofinho e até Tug, o empreiteiro.  Quando a varanda vai tomando forma, Janie descobre que o território desconhecido do futuro fica melhor com a ajuda dos outros. Até daqueles com os quais menos esperamos contar."

Beijos,
Isadora.


Olá leitores!
É com grande alegria que faço esse post hoje, porque é realmente especial!
   O post de hoje é um presente para o blog: a divulgação de um livro lançado há pouco tempo, e, além da divulgação de um belo livro, também conseguimos uma entrevista com o autor! Todos sabemos da importância da leitura, e, mais importante ainda do que somente ler, é indispensável a leitura de livros de autores brasileiros. Sim, é um assunto ainda polêmico, mas precisamos dar espaço a eles, porque afinal, eles estão cada vez mais no mercado literário e, quem mais, senão nós brasileiros, podem ajudá-los nesse caminho rumo ao sucesso? Pois então galera, comprem e leiam livros de autores nacionais!
   Enfim, o escritor é Tiago André Vargas, que escreveu o livro "Mariposas no útero".

  • Sobre o livro:




  


 "O livro Mariposas no Útero é um drama caótico, corrosivo e absurdamente violento. Nele existe humor, banalidade e não raras vezes amor. Mas o que predomina a leitura é o sentimento de fragilidade diante desta tempestade que chamamos "viver", quando o fantástico e/ou a tragédia nos esperam do outro lado da rua." (Tiago André Vargas).









  • Entrevista:
1. Quando e por que você decidiu se tornar escritor?

   Houve um livro que li cuja qual o final me desagradou. Eu era imaturo na época. O livro era ótimo, mas eu queria outro final. Percebendo então que não poderia viver sem criar este meu próprio final, escrevi ele. Neste momento eu percebi ser capaz de escrever.
   Porém, poder escrever não é nada.
   O importante é querer escrever. Mas querer escrever não é uma escolha, é uma necessidade. É como amar alguém. Você nunca sabe exatamente o momento que passou a amar uma pessoa, no máximo quando olhou para ela e sabia que a amava, mas então já se está amando. Todos livros que eu li, pessoas que eu conheci, eu acredito que todo e nenhum detalhe da minha vida me colocaria um dia em frente de uma página em branco dizendo: Seja agora quem tu és. Desde então, eu tento ser.

2. Conte-nos o por que do título do livro ser "Mariposas no útero".

   As pessoas geralmente ficam chocadas ou instigadas com o título, contudo, ele não foi escolhido por este motivo. Eu queria que o leitor, ao chegar na última linha do romance voltasse para a capa e lesse: Mariposas no Útero. E agora o título fizesse completo sentido para ele.
   O que posso falar (sem prejudicar aqueles que pretendem ler o livro do futuro) é que o título faz uma analogia com os principais personagens, como se estes fossem mariposas. Mariposas que podem voar para o fogo em busca de emoção. Mariposas que podem permanecer pousadas sobre uma lâmpada sintética em comodidade e segurança. Porém todas voam através da noite, com pouca ou nenhuma certeza do que virá pela frente. E por fim, o útero representa o nascimento. O livro inicia sua trama quando os personagens "nascem" para a vida, não fisicamente, o parto em si, mas nascem para eles próprios. Para seus amores, para suas dores, para seus sonhos. É o momento de deixar de sonhar e agir.

3. Quais foram suas maiores dificuldades em relação à produção e divulgação do livro?

   Produção no sentido de escrever o livro quase nenhuma. Só foi preciso um pouco de silêncio e café e, lógico, muita obstinação e seriedade com a obra. Depois eu fiz contato apenas com duas editoras, uma delas se interessou muito e então fechamos contrato. A divulgação do livro, com certeza (ao menos para mim) é a pior parte. Me sinto um imbecil fazendo qualquer atividade de divulgação, inclusive, não sei fazê-las.

4. Já tem outro livro em mente?

   Eu tenho meu segundo livro pronto. Terminei de escrever ele no final do ano passado, porém como eu publiquei o Mariposas no Útero quase no mesmo período, este não tem previsão de lançamento ainda. Quem sabe no final de 2013 ou início de 2014. Agora estou escrevendo meu terceiro.

5. O que diria para aqueles que sonham em se tornar escritor um dia?

  O que eu diria para quem sonha ser presidente, encanador, ou vendedor de rosas: Seja. As significativas aprendizagens acontecem somente durante a caminhada e toda escolha é certeira se feita com o coração.



   GALERA, QUEM FICOU INTERESSADO NO LIVRO, ASSIM COMO NÓS, ENTRE EM CONTATO COM O TIAGO! ELE TEM UM BLOG, QUE ALIÁS É LINDO, FALEM COM ELE POR LÁ OU PELO FACEBOOK / TWITTER. E AH! EXISTE UM BOOK TRAILER SOBRE O LIVRO "MARIPOSAS NO ÚTERO". UM NÃO, DOIS! CONFIRAM:




                                     

   Obrigada pela entrevista Tiago! Te desejamos todo o sucesso do mundo, e obrigada por dar essa chance ao blog. De qualquer modo, esperamos ter lhe ajudado!


Beijos,
Renata.



OLÁAAAAA GALERA!
Ultimamente ando aparecendo por aqui apenas anonimamente, fazendo ajustes no blog, cuidando da aparência, layout e probleminhas técnicos, por isso muitos de vocês não vão me conhecer, mas se lerem as postagens antigas podem ver que eu assino em algumas delas! Eu sou um pouco diferente das meninas, não leio tanto quanto elas (apesar de gostar muito de fazer resenhas) mas adoro criar e customizar e vou estar no blog especialmente para isso. Enfim, se quiserem saber mais sobre mim é só clicar aqui. Hoje vim mostrar pra vocês o selinho que ganhamos do blog Hey Karol. Muito obrigada pelo selo, Karol. É muito importante pra gente! Também gostaria de agradecer a todos pelo apoio, estamos nos esforçando muito para fazer um bom trabalho no blog e finalmente chegamos aos 300 seguidores! Obrigada a todos que colaboraram para isso. 

As regras são as seguintes:
  • Repassar o selo para outros 10 blogs e avisar.
  • Responder as perguntas.
Sobre a Blogueira:
Nome: Bárbara
Uma música: One more night - Maroon 5

10 coisas sobre mim:
1. Amo musculação;
2. Sou defensora dos animais;
3. Adoro livros;
4. Tenho uma lista enorme de coisas que quero fazer;
5. Adoro assistir a espetáculos/apresentações;
6. Faço inglês;
7. Gosto de cantar mas tenho vergonha;
8. Sempre gostei de ser blogueira;
9. Sempre quis ser independente;
10. Adoro praia e quero aprender a surfar.

Amo: Meu cachorro, passar o tempo com meus amigos, fazer compras, ir em festas, viajar etc.

Humor: Bem humorada

Cores favoritas: Branco e azul

Frase ou palavra mais dita por mim: "Nossa, olha que gato"

O que achou do selo: Já tinha recebido uma vez em outro blog, adorei recebê-lo novamente!

Blogs indicados:


Beijos,
Bárbara.


Olá galeraaaaa! Estou aqui hoje para avisar que ganhamos mais um selinho! Dessa vez do querido blog parceiro, Livros de Elite! Obrigada pelo carinho meninas!

Então, vamos ao selo:


Significado do Selo:

O Prêmio Dardos foi criado pelo escritor espanhol Alberto Zambade que, em 2008, concedeu no seu blog Leyendas de “El Pequeño Dardo” o primeiro Prêmio Dardo a quinze blogs selecionados por ele. Ao divulgar o prêmio, Zambade solicitou aos blogs premiados que também indicassem outros blogs ou sites considerados merecedores do prêmio. Assim a premiação se espalhou pela Internet. Segundo o seu criador, o Prêmio Dardo destina-se a “reconhecer os valores demonstrados por cada blogueiro diariamente durante seu empenho na transmissão de valores culturais, éticos, literários, pessoais etc., demonstrando, em suma, a sua criatividade por meio do seu pensamento vivo que permanece inato entre as suas palavras”.

Regras:

  • Exibir a imagem do selo no seu blog;
  • Linkar o blog pelo qual recebeu a indicação;
  • Escolher outros 10 blogs para receber o Selo Dardos;
  • Deixar um comentário nos blogs escolhidos.
Blogs indicados:



Beijos,
Renata.


Olá!
Sabemos que o blog anda meio desatualizado, mas é porque nós andamos meio ocupadas a procura de editoras e blogs parceiros. Agora que eu voltei de viagem poderei postar normalmente, e decidi fazer uma resenha de um livro PERFEITO que li enquanto estava viajando, e acho que vocês vão gostar. Então, aqui vai:



Título: Tamanho 42 não é gorda
Autora: Meg Cabot
Editora: Record
Número de páginas: 411
Ano: 2011
Avaliação: 5/5

SINOPSE

Heather Wells está no fundo do poço: perdeu seu namorado, nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, ganhou peso e só entra em roupas tamanho 42, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com suas economias - e seu agente! Mas, aos poucos, as coisas parecem que vão se ajustar. Ela consegue um novo emprego como inspetora em uma faculdade de Nova York e está feliz com seu novo manequim. Mesmo sem o glamour e glória dos dias de ídolo teen, tudo parece ter melhorado. Ou será que ela está enganada?
De uma hora para outra, uma estudante morre misteriosamente no poço do elevador do campus. Os policiais e a diretoria estão prontos para declarar a morte como acidente, mas Heather conhece os adolescentes, e meninas não brincam com elevadores. Ainda que ninguém esteja muito interessado em ouvir suas suposições - mesmo depois que outras estudantes aparecem mortas de maneiras igualmente corriqueiras e sutilmente sinistras -, Heather decide entrar numa enlouquecida caçada para descobrir a verdade.
À primeira vista, a vida de detetive pode parecer uma irresistível aventura, com altas doses de adrenalina, mas a realidade é potencialmente perigosa. Alguns riscos podem ser fatais e nada é capaz de irritar mais um assassino do que uma ex-estrela pop corpulenta enfiando o nariz onde não é chamada...

Minha opinião: Heather Wells é uma mulher de 28 anos com manequim 42. Ela era uma cantora pop de sucesso pré-adolescente e sua vida era uma maravilha, até nenhuma gravadora se interessar mais por suas músicas, seu pai estar atrás das grades, sua mãe fugir com todo o seu dinheiro e seu namorado a trai-la. Depois disso, ela mora no apartamento do irmão de seu ex-namorado e atual dono de seu coração. Então, ela começa a trabalhar como diretora-assistente num alojamento estudantil na faculdade de Nova York. Sua vida nunca mais seria a mesma, é claro, mas parecia que pelo menos tudo estava entrando nos eixos novamente. Até que uma menina morre no poço do elevador do prédio onde ela trabalha. Todos acham que a morte foi acidental, porém Heather sabia que tinha algo errado - e a partir daí, ela faria de tudo para descobrir.
A Heather é super inteligente! E divertidíssima, também. Ela acha que tudo foi um assassinato, aponta todos como suspeitos, e o pior de tudo é que ela tem boas razões pra todos poderem ter assassinado Elizabeth, então você fica muito confuso e não consegue descobrir como aconteceu. Meg não é uma Agatha Christie, mas conseguiu fazer com que tudo ficasse muito misterioso. Não é aqueles livros ultra-melosos (ainda bem!), os personagens são muito cativantes e a história criativa. Tem uma pitada de mistério e comédia, e as vezes pode até ser estranha essa combinação, mas Meg Cabot conseguiu juntar os dois e formar um livro incrível. Recomendo MUITO.

Trecho do livro:


 “- Não é verdade - Patty diz. - Você vai encontrar alguém. Só não pode ter medo de se arriscar. Do que é que ela está falando? Eu não faço nada além de correr riscos. Estou tentando impedir que um psicopata mate mais uma vez. Já não basta? Preciso de uma aliança no dedo também?Algumas pessoas nunca ficam satisfeitas.”


Um beijo,
Isadora.


Olá leitores!
O post de hoje é uma entrevista com a autora dos livros "Perdida" e "Procura-se um marido": Carina Rissi! O primeiro livro dela, o qual se chama "Perdida", foi traduzido e publicado na Alemanha, onde entrou para a lista dos mais vendidos.
Se você não conhece a autora, vai ter a oportunidade de saber mais sobre ela aqui.




"Carina Rissi é uma leitora voraz, sempre lê a última página de um livro antes de comprá-lo e tem um fascínio inexplicável pelo tema 'amores impossíveis'. Vê nas obras de Jane Austen uma fonte de inspiração. Quando se desgruda dos livros – tanto dos que lê quanto dos que escreve –, Carina se diverte assistindo a comédias românticas ao lado da família e planejando viagens a lugares exóticos que não conhecerá tão cedo, devido ao seu pavor de avião. Ela nasceu em Ariranha, interior de São Paulo, onde mora atualmente com o marido e a filha, após ter vivido uma curta temporada na capital paulista. Seu primeiro livro, Perdida: um amor que ultrapassa as barreiras do tempo, foi traduzido e publicado na Alemanha, onde entrou para as listas de mais vendidos. Procura-se um marido é seu segundo livro."





  • Sobre seus livros
Perdida: Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo



Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda de prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam leva-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...




Procura-se um marido



Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.


· Entrevista 

1) Sabemos que você tinha o sonho de se tornar jornalista, porém você tomou outro caminho e se tornou escritora. O que a fez mudar de ideia?

Eu não sei bem. Planejei fazer jornalismo mas acabou não rolando. Sempre fui muito ligada a livros, desde pequenininha, só nunca imaginei que um dia eu escreveria um. Eu tinha muitas histórias, mundos imaginários, personagens tão vivos que pareciam reais, mas só depois de assistir uma entrevista com a escritora Stephenie Meyer onde ela contava que também vivia em mundos de faz de conta é que criei coragem para começar a escrever. Não foi uma decisão do tipo “agora vou escrever um livro”. Não, foi mais um “vamos ver o que acontece se eu tirar da cabeça essas histórias e botar no papel”.

2) Como escritora, você deve ler muito. Quais são seus livros e autores favoritos?

Leio muito! Se eu estou em processo criativo, leio um livro por semana, se estou apenas revisando meus textos leio em media dois por semana. Meus livros preferidos são Orgulho e Preconceito, da Jane Austen, Tem Alguém Aí, da Marian Keys, recentemente descobri a escritora Judith McNaught e me apaixonei por suas obras, em especial pelo livro Até Você Chegar. A Paula Pimenta me conquistou com seu Fazendo Meu Filme e sou fã de Marcelo Rubens Paiva desde que li Feliz Ano Velho.

3) Qual foi o livro que você leu quando criança que marcou a sua infância?

Ah, foi Maneco Caneco Chapéu de Funil do Luis Camargo. Eu andava abraçada ao livro para baixo e pra cima quando tinha uns sete anos.

4) Quando você descobriu que tinha dom para ser escritora e como isso aconteceu?

Foi por acaso mesmo. Como eu disse, eu vivia em meus mundos imaginários até bem pouco tempo. Nunca escrevi nada porque pensava que pra ser escritor tinha que ter algo especial, sabe? Então depois de ver a entrevista com a tia Steph eu decidi ver o que ia acontecer e comecei a escrever no celular mesmo o que hoje é o livro Perdida. Se dependesse de mim essa história jamais teria saído do meu computador. Foi meu marido quem insistiu que o livro tinha potencial e que devíamos tentar publicá-lo. Ainda bem que eu dei ouvidos a ele =)

5) Como surgiu a ideia do livro "Perdida"? E a de "Procura-se um marido"?

A ideia de Perdida nasceu numa noite em que teve um apagão aqui em casa na hora do jantar. Eu simplesmente não conseguia me lembrar de como aquecer a comida sem o micro-ondas. Me senti uma idiota que não sabe se virar sem um eletrodoméstico. Me peguei pensando que as pessoas se alimentavam antes do micro-ondas ser inventado rsrs Depois tentei imaginar como seria viver num lugar sem recursos conhecendo todas as facilidades que temos hoje. A Sofia nasceu naquela noite, mas apenas dois anos mais tarde comecei a escrever a história dela.

Procura-se um Marido também nasceu num desses perrengues domésticos. Rs Sabe aquele dia em que tudo dá errado? A Maria, o anjo que cuida da minha casa, não tinha vindo, minha filha estava em semana de prova, eu tinha evento em poucas horas em Ribeirão Preto, a pia da minha cozinha parecia uma zona de guerra. Eu estava lá, tentando dar uma arrumada em tudo enquanto equilibrava os bobes nos cabelos e tentava não borrar as unhas que eu tinha acabado de fazer. Imaginei que se um dia eu ficasse muito rica jamais entraria na cozinha outra vez. Daí pensei que pior que minha situação seria a de alguém que fora muito rica, sempre tivera tudo que quis na vida, mas que de repente se visse sem nada, tendo que se virar com um salário mínimo, andar de ônibus lotado e todas essas coisas que a maior parte de nós enfrenta todos os dias. Fui ao evento e assim que voltei pra casa comecei a escrever a história da Alicia. Eu me apaixonei por ela imediatamente.

6) Já tem outra ideia de livro em mente?

Não só tenho como o projeto está quase finalizado. O próximo livro se chamará No Mundo da Luna e vou contar a história dessa jornalista recém-formada que sonha com uma coluna pra chamar de sua, mas que acabou responsável pelo horóscopo semanal na revista em que trabalha e se mete em muita confusão por conta disso. Amo esse projeto! E claro, tem a sequência de Perdida que ainda não tem título, mas que já está bastante adiantada. Espero conclui-la nos próximos meses e lançá-la ainda este ano.

7) Quais as dificuldades na publicação dos seus livros?

Acho que enfrentei as mesmas dificuldades que outros autores. Grandes editoras dificilmente publicam um autor estreante. Foi o que aconteceu comigo, por isso busquei outros meios. Publiquei Perdida por uma editora sob demanda e investi o que tinha e o que não tinha em divulgação. Acabou dando mais certo do que eu tinha imaginado.

8) Algum conselho para quem quer ser escritor?

Bom, parece bobo dizer isso, mas meu primeiro conselho é BNC (Bunda Na Cadeira). Escrever um livro toma tempo e é preciso muito empenho e dedicação. Depois é necessário um bocado de paciência e teimosia porque não é fácil encontrar alguém que aposte em seu trabalho. E por fim, acreditar em você e no seu sonho. Ele é só seu, e se você não acreditar ninguém mais acreditará.

9) Por último, qual é a mensagem que você gostaria de passar aos leitores?

Eu só tenho a agradecer aos meus leitores por todo o carinho que eles têm comigo e com meus livros. Sério, eles são a razão de eu continuar seguindo em frente, querer fazer o meu melhor. A vocês todos, meu muito obrigada!




    CARINA, QUEREMOS TE AGRADECER IMENSAMENTE PELA ENTREVISTA E TE DESEJAR TODO O SUCESSO DO MUNDO! ADORAMOS SABER UM POUCO MAIS SOBRE VOCÊ E SEUS LIVROS! 

   GALERA, SE VOCÊS, ASSIM COMO NÓS, FICARAM DOIDOS PARA LER ALGUM LIVRO DA CARINA (P.S.: QUE CAPAS PERFEITAS!!!!), E QUER COMPRAR, CLIQUE AQUI (É O SITE DELA). JÁ ESTAMOS PROVIDENCIANDO OS NOSSOS! HAHAHA. 

   GOSTARAM DA ENTREVISTA? COMENTEM! E AH, EM BREVE TEREMOS MUITAS OUTRAS!

Beijos,
Renata e Isadora.


Olá pessoal, então, sei que estou meio sumida rs, aliás, meio não, muito sumida, mas é porque tive que tomar uma decisão: terminar de ler o que me propus a ler nessas férias, e, para isso, o computador teve que ser deixado de lado. Mas aqui estou, com mais uma resenha!



Título: Tesouro Secreto
Autora: Nora Roberts
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2009
Número de páginas: 364
Avaliação: 4/5

SINOPSE

Rica e linda, Whitney MacAllister gosta de carros velozes, clássicos do cinema e homens perigosos. Mas até mesmo essa entediada socialite do jet set de Manhattan é tomada de surpresa e pavor quando um estranho homem de jaqueta de couro preta sequestra seu Mercedes… pouco antes de as balas começarem a voar.

O ladrão de joias Douglas Lord se habituou a levar a vida fugindo. Parte da atração da profissão escolhida é a emoção da caça. Mas ele tem uma regra inviolável: sempre trabalhar sozinho. Até agora. Ferido e desesperadamente necessitado de dinheiro vivo para o que talvez seja a coroação máxima de sua carreira estonteante, Doug aceita com relutância a rica e bem-relacionada Whitney como nova parceira no crime.

Com os jornais estampando manchetes sobre a herdeira desaparecida de Nova York e uma gangue de criminosos no seu encalço, os dois partem para a sufocante floresta de Madagascar em busca de um tesouro fabuloso que remonta à Revolução Francesa.
Para Whitney, o que havia começado com uma aventura em alta velocidade se tornou uma corrida entre a vida e a morte ao tentar despistar um bando de assassinos cruéis que eliminam friamente quem aparece pelo caminho. Para Doug, que fora traído além da conta, é uma chance de pegar o fugidio pote de ouro e talvez uma última tentativa de redenção. Para ambos, trata-se de uma exótica busca de sentido — e a entrega a uma paixão irresistível vale qualquer risco — enquanto participam de um mortal jogo de apostas elevadas até a apavorante conclusão, que pode não ter vencedores nem perdedores. Nem sobreviventes. 

Minha opinião: Tesouro Secreto é um romance policial, onde há mistério, suspense e amor.
   Whitney MacAllister é uma típica patricinha rica e herdeira de muito dinheiro, e Douglas Lord é um ladrão de jóias que vive fugindo de outros ladrões. Ambos se encontram numa dessas correrias de Doug, onde ele delicadamente tenta roubar o carro de Whitney no semáforo. É a partir daí que a vida de Whitney muda completamente: a moça não aceita que Doug lhe roube o carro e por isso faz o que ele pede, dirigindo e fugindo dos outros ladrões. E isso é só o começo.
   Tesouro Secreto sugere uma leitura meia clichê de um romance policial - oras, é disso mesmo que eu gosto haha -, porém Nora consegue nos surpreender mesmo assim. Como o nome sugere, há um tesouro e, obviamente, é secreto (para alguns, claro). Lord está procurando-o, e está sendo perseguido por outros ladrões porque está com ele os documentos que indicam o local exato do tesouro; Whitney passa a ajudá-lo, não pelo tesouro em si, mas pela mera aventura que lhe é proporcionada. E é assim que, com muita relutância, Lord aceita Whitney como sua parceira, pelo menos nesse "crime".
   O lugar para onde vão e a narrativa do mesmo nos faz viajar até lá! Madagascar, onde há lêmures, muito verde e muita perseguição.
   Vale lembrar que o romance não acontece logo "de cara", nem tampouco no meio do livro, ele vai acontecendo aos poucos, com as implicâncias dos mesmos e as condições dos lugares.
   Achei o livro interessante, embora esperasse um pouco mais, a leitura foi muuuuuuito demorada, mas o livro é lindo! Recomendo, embora reconheça que Nora tem romances muito melhores.

Trecho do livro:

"- Não tive a intenção de fazer isso. Sinto muito. - Nervoso, começou a andar de um lado para o outro. Pegou uma rosa num vaso e quebrou o talo ao meio. - Não sei metade do que digo. Fiquei pirado desde que entrei no hotel e vi que você tinha sumido. Imaginei todo tipo de coisas... e que ia chegar tarde demais para deter algum deles.
   Olhou indiferente a gota de sangue no dedo, onde um espinho furara a pele. Teve de inspirar fundo e dizer em voz baixa:
- Porra, Whitney, eu gosto, eu gosto mesmo de você. Não sabia o que ia encontrar quando chegasse aqui".


Beijos,
Renata.


Título: A pousada do fim do Rio
Autora: Nora Roberts
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 532
Ano: 2001

SINOPSE
    Os pais de Olivia foram um dos casais mais famosos dos anos dourados de Hollywood... até a noite em que o monstro apareceu. O monstro que destruiu seu lar maravilhoso e afastou sua mãe para sempre. O monstro que tinha o rosto de seu pai...

--------------------------------------------------------------------------

Minha opinião: Olivia é filha de dois astros de Hollywood, Sam Tanner e Julie MacBride, ambos apaixonados e recém casados. Porém, problemas começam a ocorrer na vida de Sam, como uso de drogas. Até que, numa noite, Olivia (4 anos de idade) encontra sua mãe morta na sala de casa e, junto dela, seu pai ainda vivo. É a partir daí que o monstro entra em sua vida.
   Os pais de Julie ficam responsáveis pela neta, e levam-na para morar na Pousada do Fim do Rio, um lugar rodeado pela natureza e carinho. Eles tentam ao máximo não falar sobre o assassinato de Julie, ocupando Olivia com o que podem.
   Porém, quando a garota cresce, sente a necessidade de saber o que realmente aconteceu, visto que não quer esquecer o rosto da mãe. Olivia então escreve uma carta para Frank, o policial que a socorreu na noite do crime, pedindo que ele venha até ela. É por meio de Frank que ela conhece Noah, ainda um garoto.
   Tempos se passam e Noah, agora jornalista, quer escrever a história de Sam Tanner: o principal suspeito do assassinato de sua amada mulher. E, para isso, precisa de depoimentos de pessoas próximas e familiares - inclusive de Olivia -, e isso a deixa confusa.
   No primeiro momento ela recusa, depois de ser enganada por Noah, mas depois volta atrás e aceita. Olivia torna-se uma mulher fechada para o amor e ao mesmo tempo encantada por Noah Brady.

   O livro é mistério puro! Aliás, mistério e romance, diga-se de passagem! Li há algum tempinho e foi o segundo romance que li da Nora, e realmente me apaixonei! A história é fascinante e nem um pouco previsível (ta bom que em algumas partes é, mas em outras você precisa parar de ler e acaba pensando: "meu Deus, como assim? Nunca pensei que fosse acontecer isso!" E coisas do gênero, enfim).
   O amor que cresce entre Olivia e Noah, assim como a teimosia e insegurança da garota, é lindo! Falo isso porque amo livros de romance. Realmente me impressionei com o desfecho, nunca imaginaria uma coisa dessas! Resumindo, amei o livro e recomendo! Ah, claro que não o comprei, até porque não sou rica e os livros da Nora são carinhos hein! hahaha. Peguei-o na biblioteca. Mas gente, é um livro lindo e emocionante, encantador. Enfim, leiam, vocês vão gostar.


Classificação:


Beijos,
Renata.


Foto por Melina Souza

Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.

Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas.

Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criado pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro.

Compre para ela outra xícara de café.
Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gostaria ou gostaria de ser a Alice.

É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound, cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa.

É que ela tem que arriscar, de alguma forma.
Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo.

Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas  garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim. E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.

Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.

Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. E falará como se as personagens do livro fossem reais – até  porque, durante algum tempo, são mesmo.

Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.

Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu [Cat in the Hat] e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.

Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que  pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe  monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.

Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.


De Rosemary Urquico. 
Tradução e adaptação de Gabriela Ventura.
RETIRADO  DESCARADAMENTE DAQUI.

Beijos,
Renata.


Olá!
Amanhã vou viajar pra Santa Catarina (FINALMENTE IREI PARA A PRAIA!), e talvez, se eu conseguir convencer minha mãe de que eu estou muito triste por não poder ir ver a Renata pessoalmente (pra quem não sabe, ela mora perto do lugar pra onde eu estou indo) ela poderá deixar eu ir no Beto Carrero com a Babi para me "animar".
Então, eu voltarei apenas sexta-feira de viagem, e é nesse dia que eu vou voltar com os posts (mas a Renata estará aqui e continuará postando normalmente, inclusive, nessa semana que eu estarei fora nós duas preparamos uma super entrevista com uma escritora que ambas amamos) e eu vou manter tudo em segredo até lá, só pra vocês ficarem curiosos.
Como é o meu último dia de postagem antes que eu vá viajar, preparei um tutorial de como fazer um marcador de página de bigode.
Mas parece que toda customização que eu faço conspira contra mim, que sempre quando eu acho algum tutorial legal pra fazer eu não tenho os materiais suficientes. Então, eu sempre acabo inventando e fica ridículo. Essa é a vida, meus caros.
Mas, quando eu consigo fazer um marcador de pagina bonito, adivinhem? A minha câmera digital fica sem bateria e do nada eu perco o carregador! Então infelizmente eu não pude tirar uma foto pra mostrar pra vocês, mas o resultado ficou bem legal. Procurei marcadores de bigode na internet e achei algumas fotos*, pra vocês verem como fica.
Enfim, vamos ao tutorial!

Para fazer o molde dobre um cartolina ao meio e risque metade do bigode para não correr o risco de ficar com um lado diferente do outro.

O passo seguinte é de sua preferência. Após ter cortado o molde do bigode, você vai usar o mesmo para cortar o marcado no cartão da cor que você preferir, o usado no tutorial é preto.
Cole os três bigodes um em cima do outro para fazer um marcador bem durinho e não ter perigo de amassar quando estiver em uso. Dica: faça a colagem com um pincel, espalhando bem.
Corte uma tira do mesmo papel que você utilizou para fazer o marcador, podendo ser de espessura mediana.



 Cole a tira atrás do papel. E pronto! Você já tem um marcador de página.





*Fotos encontradas no site http://www.livrosdajoaninha.com/

Gostaram do tutorial? Irão fazer? Comentem!

Um beijo e até semana que vem,
Isadora.

Categorias:

Olá leitores!
Sei que todo bookaholic tem uma coleção de livros, né? E hoje, eu vou ensinar como organizar a sua estante.


Por cor
Sim, algumas pessoas optam por organizar os livros de sua estante por cor. E fica muito legal, além de chamar muito a atenção.

Por ordem alfabética
Se você tem MUITOS livros, pode por "plaquinhas" em cima deles com a letra correspondente de cada prateleira. É demorado e requer atenção, mas assim, você nunca vai se perder e deixar bem organizado.

Por editora
Junte-os pela mesma editora. É fácil e simples.

Por autor
Organizado também em ordem alfabética. Você pode deixar os livros nacionais e internacionais juntos, ou cada um separado. Aí é de sua preferência.

Por gênero
Separe por gêneros: Romance, drama, comédia, suspense, policiais, juvenis...

E, a forma mais fácil de colecionar seus livros, é organizar em ordem de chegada. Você também pode arrumar por ordem de tamanho, que nem eu, se não tem muito tempo pra ficar organizando.
Mas e aí, como vocês organizam as suas estantes? Por ordem de chegada, cor, ordem alfabética, editora, autor, gênero, ou tamanho? Comentem!

Um beijo,
Isadora


Olá galera! Há alguns dias (creio que um, dois no máximo), ganhamos dois selinhos!


   Ganhamos de três fofas! Da Bianca Wagner, do blog American Muffins e da Carol C. e Taruska R., do blog Acervo de Miss. Obrigada pelo carinho meninas, e esperamos manter contato com vocês; sucesso e tudo de bom!

Regras de premiação:

  • Avisar a pessoa que você a nomeou;
  • Agradecer ao blog que te nomeou;
  • Adicionar o post ao blog;
  • Adicionar 7 coisas que você gosta.



 Listinha de 7 coisas que a Renata gosta:

1. Ler;
2. Internet;
3. Violino;
4. Adicionar livros no skoob (e sonhar um dia poder lê-los, hahaha);
5. Compras! 
6. Cachorros;
7. Comida!!!1!! hahaha


Listinha de 7 coisas que a Isadora gosta:

1. Ler;
2. Assistir séries;
3. Ballet;
4. Viajar;
5. Assistir filmes;
6. Sebos;
7. Dormir.

                                                  Listinha de 7 coisas que a Bárbara gosta:

1. Livros
2. Filmes/Séries
3. Musculação
4. Cachorros
5. Compras
6. Festas

7. Assistir a espetáculos/apresentações

Finalmente, os 15 blogs:


Enfim, terminamos!

Um beijo,
Renata.