Sobre nós

Seguidores

Curta!

Instagram

Twitter

Siga por e-mail

Eu leio Brasil

Meise está lendo

Isadora está lendo

Tecnologia do Blogger.

Link us

Viciadas em Livros

Arquivo do blog

10 de agosto de 2014

Casar ou morar junto


Casar e morar junto são duas coisas completamente diferentes. Não tem nada a ver com seu status no cartório. Tem a ver com entrega.
Você pode casar com todas as honras. Dar uma festa linda. Gastar os tubos na Lua de Mel. Se mudar com o marido para um apartamento lindo. pronto. decorado. cheio de almofadas em cima da cama…  Vocês podem ter se casado – mas vão demorar muito pra saber o que é morar junto. Acho que existem casais que se casam com pompas, e nunca talvez tenham realmente morado juntos.
Morar junto é saber dividir. Saber cobrar. Saber ceder. Saber doar.
Morar junto é dividir as contas e as almas.
Morar junto é ter um pilha de louça pra lavar, depois de um dia terrível de 10 horas de trabalho. E o outro cantar com você para que, em um karaokê com detergente, o trabalho se torne divertido.
Morar junto é ter que assistir Homem Aranha no Telecine Action, e se esforçar para achar legal.
Morar junto é tomar banho junto.Transformar o chuveiro em uma cachoeira. (e o banheiro em um charco)
Morar junto é ouvir onde dói no outro. Do que ele sente medo. Onde ele é criança. O que o deixa frágil.
Morar junto é poder chorar sem parar. E ser ouvida. E cuidada. Mas é também rir. E achar graça em alguma coisa, quando o outro está pra baixo.
Morar junto é fazer contabilidade de frustrações, e saber quando não colocar na conta do outro.
Morar junto é demorar para levantar.
Morar junto não precisa de uma casa, e sim de um espaço.
Quem mora junto geralmente é solidário. Casar não. Qualquer um casa. Pra casar basta assinatura e champanhe. Casar leva umas horas. Morar junto leva tempo. O tempo todo.
Quando moramos juntos vemos o cabelo dele crescer e ela cortar uma franja.
Quando moramos juntos viramos adultos aos pouquinhos, dando um adeus doído ao adolescente que éramos.
Quando moramos junto mudamos junto. E o outro vira um outro diferente com os anos. E nós vamos aprendendo a amar aquela nova pessoa, todo dia.
Até o dia que, talvez, deixemos de morar juntos.

7 comentários:

  1. Acho que casar, é falar com atitudes para aquela pessoa que você á ama e quer viver até ultimo dia da vida ao lado dela. Casar é uma escolha ♥

    byanak.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol, adorei seu post!! Eu nunca tive a menor pretensão de me casar com honrarias e pompas, eu acho que a vida (e o amor) são mais que isso e não é necessário gastar rios de dinheiro para provar para os outros isso.
    O amor é entrega e morar junto é isso, é comprometimento, é união, são dois em um!!

    Beijinhos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gostei do texto ;). Os filmes do homem aranha são péssimos mesmo! Apenas a épica trilogia do Raimi se salva (menos o 3, pq o 3 é uma bosta).

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto² <3

    http://estantesuja.blogspot.com.br/

    PS: O antigo comentário esqueci de colocar o url do meu blog.

    ResponderExcluir
  5. Que texto lindo *-*
    Fiquei apaixonada, e acho que além de morar junto todas esses "direitos e deveres" serve para qualquer relacionamento verdadeiro.
    Beijoos,
    http://setimaondaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa que Texto lindo *-*

    ResponderExcluir

A leitura é uma porta aberta para um mundo de descobertas sem fim. - Sandro Costa

Obrigada pela visita. Sinta-se a vontade para dar sugestões, fazer críticas ou elogios!