Sobre nós

Seguidores

Curta!

Instagram

Twitter

Siga por e-mail

Eu leio Brasil

Meise está lendo

Isadora está lendo

Blog Archive

Tecnologia do Blogger.

Link us

Viciadas em Livros

Arquivo do blog

19 de agosto de 2013

Resenha: O Milagre


Título: O Milagre
Autor: Nicholas Sparks
Ano de lançamento: 2010
Número de páginas: 326
Editora: Agir
Sinopse do skoob


  "O Milagre" foi um livro que li porque a Ana, do blog Biblioteca Virtual, fez resenha e indicou. Acabei colocando-o na lista de livros que gostaria de ler porque ele simplesmente pareceu-me lindo. E de fato, é. 
   Jeremy é um jornalista que trabalha como freelancer - o que o faz viajar pelo mundo à procura de lendas urbanas. Jeremy vive em Nova Iorque desde que nasceu e ama aquele lugar. Porém, tudo começa a mudar quando recebe uma carta de Doris McClellan, uma senhora que diz ter poderes médiuns e que o escreve para convidá-lo a ir até o cemitério de Cedar Creek e investigar a lenda das luzes que aparecem lá durante a noite.
   A cidade de Boone Creek é pacata e tranquila - por vezes me fez lembrar da minha, mas pelos detalhes que Nicholas escreveu ela pareceu-me bem menor do que a minha. É lá que está Lexie: uma mulher que já sofreu muito por amor na vida e, se não me engano, tem na faixa de 30 anos.
   Doris diz que é médium e um dos seus maiores "poderes" é descobrir o sexo do bebê; é engraçado as vezes que o autor repete isso - inúmeras vezes nas falas dos personagens, o que me fez pensar certas coisas que, enfim, não vou falar haha.
   Lexie é a bibliotecária da cidade e creio que a biblioteca deveria ser linda e gigante, pela maneira como o autor a descreveu, detalhadamente. Os dois encontram-se pela primeira vez no cemitério, e a fala dela é um tanto quanto esquisita. É fato que Jeremy é a atração da cidade porque, convenhamos, numa cidade pequena, quem é que não conhece todo mundo e quem é que não ficaria curioso com um jornalista que até aparece na televisão?
   O engraçado é que Jeremy fica pouquíssimo tempo em Boone Creek, mas tempo suficiente para descobrir que não quer sair de lá - tudo bem que ele não percebe isso de imediato e às vezes dá vontade de dar uns tapas nele porque ele não percebe coisas bem óbvias para um cara que até foi casado e tem 37 anos, mas tudo bem, no final tudo dá certo, como sempre, né?
   Jeremy e Lexie se envolvem, mas não imediatamente. Lexie sabe que ele vai voltar para Nova Iorque em poucos dias e por isso não quer ter um romance com ele; mas parece inevitável.
   Não é um livro cansativo, muito pelo contrário, é rápido e de fácil compreensão. A história é narrada pelo próprio autor, embora tenha inicialmente contado a história de Jeremy, passa a narrar a história de ambos. É um tanto maçante nos dois primeiros capítulos.
   Nicholas é um ótimo autor e eu costumava tirar conclusões precipitadas dele, dizendo que ele é clichê e tudo o mais. Claro que o livro tem partes bem clichês, mas podem confessar, vocês adoram esses clichês, não é? Eu adoro a maneira como Nicholas consegue descrever e criar o personagem masculino perfeito (e que, convenhamos, não existe).
   Adorei esse livro, é lindo, embora muitos tenham me falado que não é um dos melhores dele. Não li muitos livros do Nicholas, talvez por falta de interesse mesmo. Embora inicialmente o foco tenha sido o mistério das luzes do cemitério de Cedar Creek, o livro ganha foco no romance de Jeremy e Lexie, não deixando de ter o desfecho sobre o caso das luzes, claro.
   É um livro de romance que te deixa extasiada e doida para terminar o mais depressa possível, ele te prende, sabe?
   Enfim, eu indico esse livro e adoraria que ele tivesse uma continuação, porque o final terminou meio vago, mas descobrimos o por que de o nome do livro ser O Milagre. É um milagre mesmo, viu?


Classificação: 





 

5 comentários:

  1. Olá Meninas!!

    Tudo bem? Esse livro esta na minha lista de desejados e pensei que só eu ainda não tinha lido.Parabéns pela resenha, só aumentou minha curiosidade pelo livro e eu mesmo o autor.

    ResponderExcluir
  2. Oie:)

    Eu não tenho vontade de ler esse livro do Sparks mesmo que sua resenha tenha sido super positiva, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  3. Até agora ainda não tinha me interessado muito por esse livro, mas deu pra perceber que voê gostou tanto que vou dar uma chance pra ele. clichês, as vezes são bons mesmo.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  4. Claro que eu adoro clichê! Quem não gosta de sonhar alto e torcer por momentos em conto de fadas.
    O bom (ou ruim) de Nicholas Sparksé que ele não tem dó, nem piedade. Quando é pra matar uma personagem ele mata mesmo. E talvez isso não chegue a ser tão clichê pois sempre torcemos por um final feliz durante a leitura. Digo, um final feliz com todo vivos!
    Ainda não li ''O Milagre'', mas sou fã do autor.

    ResponderExcluir
  5. Aff, que horror! Socorro! hahaha
    corrigindo: Nicholas Sparks*

    ResponderExcluir

A leitura é uma porta aberta para um mundo de descobertas sem fim. - Sandro Costa

Obrigada pela visita. Sinta-se a vontade para dar sugestões, fazer críticas ou elogios!