Sobre nós

Curta!

Seguidores

Twitter

Siga por e-mail

Siga!

Eu leio Brasil

Pai bárbaro

Loja do leitor

Meise está lendo

Isadora está lendo

Favoritos de Meise

Favoritos de Isadora

Tecnologia do Blogger.

Link us

Viciadas em Livros

Arquivo do blog

30 de outubro de 2013

RESENHA DO LIVRO ADOLESCENTE, ALGUÉM TE ENTENDE - RENATA MARTINS




Renata Martins é, sem a menor dúvida, uma das autoras mais competentes e iluminadas que eu tive o prazer de conhecer oficialmente nesses quase quatro anos de vida literária. Seja pela simpatia, conhecimento ou mesmo pela competência com que aborda um dos temas mais recorrentes da atualidade, a autora atinge um público obviamente curioso e capaz, consciente do seu papel de cristã e cidadã. 

Em seu livro Adolescente, alguém te entende, a autora se permite dar aos leitores uma explanação sinceramente coerente dos caminhos, desvios e de conjuntura sucedida das expectativas, através de linguagem clara e acessível, permeada de mensagens e objetivos. É um livro que conversa com os jovens e – como não poderia ser diferente – conserva preocupação com a realidade, sem se distanciar muito da proposta original. A autora é cuidadosa ao abordar temas mais complexos que estão presente na vida e carreira dos adolescentes, ao mesmo tempo em que pincela a preocupação dos pais em relação às escolhas, adversidades e necessidades dos filhos. 


Enfim, trata-se dos pontos de vista evidentemente diferenciados e coerentes dessas realidades.


O livro ainda retrata o papel da religião na vida das pessoas e, de certo modo, concentra esforços para transmitir mensagens belas e ilustradas de positivas presenças. Em todos os aspectos, Renata Martins cria um vínculo de grande amizade com o leitor e aproxima-se dele com alegria contagiante. A diagramação, a revisão e linguagem empregada são muito boas e atendem aos requisitos exigidos para esse tipo de leitura. 

A arte da capa também chama a atenção.


É um livro para se colocar na cabeceira e discutir com toda a família.

29 de outubro de 2013

Resenha: Perdida - Carina Rissi

Título do livro: Perdida
Autora: Carina Rissi
Páginas: 364

“Está na hora de começar a crer que existem mais coisas no universo além daquelas que os seus olhos podem ver. E finalmente começar a viver sua vida! Você sempre a deixou para depois, esperando que ela acontecesse, mas nunca fez nenhum esforço para isso.”

Sofia é uma mulher de 24 anos que não acreditava no amor em hipótese alguma. Certa vez fora machucada por um namorado, e desde então passou a ter a concepção de que o amor não era algo instigante; casamento então? Sofia não entendia por que as pessoas se casavam.
   “Viver em função de uma única pessoa, como se sua vida só tivesse sentido com ela por perto? Acordar e olhar para a mesma pessoa todo santo dia? (...) Não era um tipo de sentença de escravidão, pelo menos?”
   Tudo começa a mudar quando ela acidentalmente deixa o celular cair na privada. Como é que uma pessoa, em pleno século XXI, consegue viver sem celular? Pois bem, dado como perdido, Sofia vai em busca de um novo celular. A partir do momento que ela adquire seu novo “monstrinho” com uma vendedora pra lá de esquisita, percebe que tudo ao seu redor mudou. Sofia estava no século XIX, ano de 1830. Ela estava perdida. Com a justificativa – daquela vendedora maluca –, de que ela “estava onde deveria estar”, Sofia tenta entender como e por que fora parar lá. Logo percebe que viver em um século completamente diferente do seu não será nada fácil. Ela sabe que precisa encontrar algo ou alguém por lá, mas não faz a mínima ideia do que ou de quem possa ser. Até conhecer Ian. Ian mudaria tudo em sua vida. Ian, aquele que abalaria suas “estruturas”. O que acontecerá com Sofia? Será que ela encontrará o que procura?
    Nesse livro, a autora nacional Carina Rissi esbanja graça e magia, fazendo da personagem principal – Sofia – a alegria pura. Na minha percepção, percebi que Carina tentou com esse livro, fazer um balanço das principais mudanças que ocorreram entre os séculos XIX e XXI, mas, principalmente, conseguimos perceber a crítica que a autora faz – ou pelo menos é essa a impressão que nos passa – das mudanças comportamentais dos seres humanos e do ambiente que ele criou. Podemos constatar isso em algumas passagens de Sofia:
   “Pensei com amargura que era uma pena as pessoas de hoje não serem mais assim, não sorrirem com tanta facilidade, como Ian fazia.”
   "Enquanto nos aproximávamos, olhei ao redor, admirando mais uma vez a beleza do lugar. Era tão diferente do que eu estava habituada, sem aquela poluição de outdoors, letreiros, homens-sanduíche, cartazes, ambulantes vendendo caracecos...”
   A narrativa é rápida e de fácil compreensão. Carina compartilha conosco as esquisitices do século XIX (ora, para nós, meros humanos do século XXI, as coisas daquela época são esquisitas), e nos apresenta a mudança de Sofia ao longo da história. O livro é cativante e duvido você não se apaixonar por Sofia e principalmente por Ian. Não perca a oportunidade de ler esse sucesso da literatura nacional! E ah, vocês sabiam que Perdida vai virar filme? Imaginem o quão lindo ficará! Só quero ressaltar que li o livro porque a minha amiga querida Rakel me emprestou! Obrigada, Rakel! Gostaria que vocês lessem a resenha dela, está linda!

27 de outubro de 2013

Happy Bookthday To You...


Olá, pessoal!

Como eu já comentei aqui no blog, eu fiz aniversário no dia 16/10 e decidi chamar algumas pessoas para participarem de uma Festa do Livro. Antes que algumas pessoas entendam de forma errada o objetivo da festa, eu não a fiz para ganhar livros nem nada do tipo. Eu a fiz para demonstrar o meu amor pela literatura, e, como a festa já estava naquele clima todo literário e tal, quem quisesse poderia levar algum livro. Eu estou fazendo esse post porque achei que seria uma ideia legal para compartilhar com vocês, já que o blog é literário. Já aviso que esse post vai ter MUITAS fotos, e eu ainda tenho um livro pra ganhar, mas decidi fazer tudo hoje porque a minha ansiedade não permitiu esperar mais, hahaha.

A festa foi no domingo de manhã - 20/10 (dia e hora estranhos, eu sei), mas essa data deu certo pra todo mundo, já que a maioria dos convidados comprou os livros no dia anterior, no shopping. Como uma boa amante de "A Seleção", decidi "inventar" uma espécie de bolo: o começo do bolo é laranjado, representando "A Elite", a parte do meio do bolo é branca, representando "A Escolha", e a última parte é verde, representando "A Seleção" (era pra ser ao contrário, mas acho que confundiram na hora de fazer, ahahah). Se vocês quiserem fazer um bolo assim é interessante apostar num bolo com a capa de A Seleção, eu até pensei nisso, mas queria algo beeem simples.

Os livros foram: A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista (Jennifer E. Smith), Cidades de Papel (John Green), O Teorema Katherine (John Green), O Caminho (Richard Paul Evans) e Adorável Heroína (Michael Hingson e Susy Flory). Vejam as fotos:

A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista - Jennifer E. Smith
 Presente da Sara






Amantes de "A Seleção", encontrem o erro :P haha


O Teorema Katherine - John Green
Presente da Marli














Cidades de Papel - John Green
Presente da Babi





Adorável Heroína - Michael Hingson e Susy Flory
Presente da Alline e do Lucas






O Caminho - Richard Paul Evans
Presente da Vera



Fotos aleatórias:

Marcador lindo que ganhei da Samanta Holtz ♥

















Então é isso, pessoal! Fica a dica pra quem é amante de livros e quer demonstrar todo esse amor de alguma forma. Vocês podem explorar mais a festa, seja no item da decoração ou no do bolo. Eu fiquei mais que satisfeita com o meu, ele estava lindo e uma DELÍCIA! (Era do sabor de Dois Amores). Outra coisa: cada um faz a festa relacionado ao livro que quiser, não precisa ter briga nos comentários nem nada do tipo, ok? Eu mesma ia fazer de A Culpa É Das Estrelas, mas acabei desistindo porque já era um bolo mais "complexo", digamos. Tive a ideia para fazer esse de A Seleção, então, mas vocês podem soltar a criatividade e fazerem como quiserem!

Lembrando que ainda tem mais um livro pra chegar (Deixe A Neve Cair), que é um presente da minha mãe. Eu o comprei na quinta-feira, mas como ele está em pré-venda, vai demorar um pouco pra chegar. Mais tarde eu faço um post separadamente sobre ele :)

Espero que tenham gostado do post e da dica! Além de ser uma festa bem agradável e divertida, você tem a oportunidade de reencontrar algumas pessoas que não via há algum tempo, além de riscar alguns itens da sua wishlist!

Qualquer sugestão ou dúvida, não tenha vergonha: fale comigo no meu Ask!

E aí, quem gostou da ideia? Vão executá-la? E sobre os livros, alguém já leu ou quer ler algum deles?

xoxo