Sobre nós

Seguidores

Curta!

Instagram

Twitter

Siga por e-mail

Eu leio Brasil

Meise está lendo

Isadora está lendo

Blog Archive

Tecnologia do Blogger.

Link us

Viciadas em Livros

Arquivo do blog

30 de julho de 2013

Top Ten Tuesday #8: começos/finais favoritos


   Olá, leitores! Quem vai fazer a tag dessa semana novamente serei eu, Renata.
   {Top Ten Tuesday é uma tag semanal originalmente publicada pelo blog The Broke and the Bookish. Todas as terças-feiras é dado um tema e eu terei que citar 10 livros (ou o máximo que conseguir lembrar) que condizem com o tema dado, além de falar um pouquinho sobre eles.}
   Hoje terei que descrever os livros que tem o começo/final que eu classifico como favorito ou tenha ambas as coisas... creio que seja isso, posso descrever cada um e tudo o mais. Já aviso que tem alguns spoilers aqui, portanto se não quiser sobre algum livro... enfim, vamos lá!

1. A cidade do Sol





  O livro até pode não começar lindo e tudo o mais, porque relata a atmosfera da vida de Mariam e sua infância, mas o final é emocionante e lindo! Aliás, o livro todo é simplesmente perfeito! Se você ainda não leu, precisa muito ler, porque é lindo demais. Eu até achei muito melhor do que "O caçador de pipas", talvez porque tenha depositado muitas expectativas nele, visto que li primeiro "A cidade do sol" e, como o autor é o mesmo, acabei me empolgando um pouco mais. 
   O fato é que a maneira como o autor relata a vida de Mariam - desde sua infância até o desfecho de sua vida, nos emociona. Adorei a maneira como ele fez com que a vida de Mariam e de Laila se cruzasse e tem muitas partes do livro que eu chorei, porque é realmente repugnante o que Rashid faz com ambas. O que acontece na vida de Laila é triste e feliz ao mesmo tempo, principalmente quando relata sua infância feliz ao lado de Tariq e sua família, e o que acontece depois que encontra Mariam.
   O final é o mais emocionante e adoraria compartilhar com vocês, mas prefiro que descubram. 



2. Veronika decide morrer


   Apesar de o livro todo ser filosofia pura, é lindo e emocionante! O final é mais lindo porque, confesso, não esperava que seria daquele jeito e sei que muita gente também imaginava o oposto do desfecho que o autor deu.
   O livro relata a vida de Veronika, uma mulher de 24 anos que tentou se suicidar e, depois de falhar, acaba sendo levada para um sanatório. A partir daí tudo na sua vida muda, porque ela descobre que tem poucos dias de vida. E o segredo está nessa parte do livro: o médico diz isso para ela, embora não tenha tanta certeza, porque ele está estudando o comportamento dos suicidas. 
   Por que ela quer se matar? Porque está cansada da rotina, da sua vida, das coisas de sempre, está depressiva, não gosta da vida, enfim. O livro procura trazer explicações para o sentido da vida e até fala que todos somos loucos, cada qual da sua maneira. Louco é aquele que vive na rotina de sempre, que não quer mudanças, que se adapta àquilo que a sociedade impõe e que é certo para ela. É aquele que aceita as coisas sem se opor.


3. Eu sou o mensageiro



   Impossível não se apaixonar por Ed. Kennedy e seus pensamentos insanos. O final desse livro é surpreendente e realmente é um daqueles livros que você fica pensando um tempão sobre o desfecho. Vou contar o por que.
   Ed. Kennedy é um cara comum, mas, de um dia para o outro - na verdade não é bem assim, é depois de um assalto em que ele vira o herói -, começa a receber cartas misteriosas que o fazem ajudar pessoas desconhecidas. O cara só tem 19 anos e ajuda pessoas que ele nem conhece, estranho, não? O fato que mais intriga é: quem está enviando essas cartas? E, por que essas cartas são, literalmente, cartas de baralho? Essas cartas contém endereços e nomes de pessoas que ele nunca viu na vida, mas ele vai atrás e acaba fazendo coisas por elas...
  O final é interessante porque desvenda quem é autor das cartas. (nossa, meio óbvio né! haha)



4. Os 13 porquês

   Não foi um livro que eu amei, mas o final é um dos meus favoritos. Na verdade, não necessariamente o final, mas o motivo que levou o título do livro - Os 13 Porquês.
   O livro conta a história de uma menina que se suicidou e, antes de se matar, ela gravou 13 fitas cassetes para 13 pessoas diferentes que fizeram com que ela se matasse. Aí, implica principalmente o tema bullying, que é o motivo pelo qual a menina se mata. Mas o final é intrigante porque as fitas começam a ser enviadas para as pessoas depois da morte dela, e quem está enviando-as? Quando descobrimos isso, fica tudo claro. É um livro bem interessante.






5. A Última Nota



   O final me surpreendeu e é um dos meus favoritos porque adoro final inesperado. Sério, tem livros que você fica horas tentando desvendar o final e tudo o mais, e nem consegue chegar perto! Já fiz resenha dele aqui no blog, portanto não vou reescrever... Quem quiser conferir, clique aqui













6. A Moreninha

   Eu adorei esse livro, é um dos meus preferidos da Literatura Brasileira. Tive que ler para a escola, claro, mas não deixei de amar. É uma história linda entre A Moreninha (Carolina) e Augusto... e uma história antiga. Embora a história seja simples, não deixa de ser linda e bem narrada (as palavras esquisitas que não costumamos usar são bem compreendidas e não interferem tanto assim na leitura, como acontece com
outros livros de literatura brasileira).
   O me espantou foi a diferença de idade entre eles, mas pensando bem, nem é tanta assim... mas para Carolina casar, é um tanto quanto estranha, embora naquela época era comum demais. 
   O final é um retrospecto da vida de ambos: eles já se conheciam, porém não recordam; ou será que sim? Mas tem mais coisa aí, e isso eu não vou contar rsrsrs.




7. Dom Casmurro

   Outro clássico que eu adoro. Conta a história de Bento, um jovem que foi prometido para ser padre por sua mãe, e Capitu, sua paixão. O fato é que esse livro não tem um final concreto: ninguém sabe se o desfecho é de um jeito ou de outro. Está bem, se você nunca leu não entendeu o que eu tentei dizer, claro. Mas a história é toda envolvente, quem é que nunca leu aquela frase que Bentinho caracterizou Capitu como tendo "olhos de cigana oblíqua e dissimulada?"
   Bentinho foi "estudar para ser padre" e lá conheceu Escobar, que viria a se tornar seu grande amigo. Só que Bento não terminou o "estudo" e deu outros rumos para sua vida. Cortando um pouco a história, o que acontece é que Bentinho e Capitu casam-se e Escobar acaba casando-se com a melhor amiga de Capitu, Sancha. Até aí o livro corre normalmente.
  O que intriga os leitores é: depois de um tempo, Sancha e Escobar tem uma filha. E, depois de mais tempo ainda, Capitu e Bentinho tem um filho, Ezequiel. E Bentinho começa a perceber traços no filho que nem ele e nem a mãe tem, logo pensa que o mesmo se parece com seu amigo Escobar. Aí, o livro fica maluco, porque ele crê que Capitu o traiu e tudo o mais e acaba sendo uma incógnita em relação ao fim, mas é isso que o torna interessante. Não podemos ter certeza se Capitu o traiu ou não, porque não temos a versão dela, e há quem diga que Bentinho estaria louco, mas vai saber, né?

8. Projeto Sunlight
   
   Esse é um livro que tem no projeto que eu faço parte, cuidando da mini biblioteca do mesmo. É um projeto da Igreja Adventista, e os livros são bem legais. Os adventistas do Sétimo Dia tem crenças um pouco diferentes das outras religiões, mas a mais conhecida e mais discutida é a guarda do sábado. Segundo a bíblia, é sétimo dia é o Sábado, e foi nesse dia que Deus abençoou, santificou e descansou. Na bíblia esse é o quarto mandamento, "Lembra-te do dia de sábado para o santificar". Não sou adventista, mas já frequento essa igreja há dois anos e gosto de lá, apesar de não guardar o sábado.
  Enfim, o livro conta basicamente o que eles creem, mas de uma forma diferente. Sunlight é uma mulher que obviamente não tem esse nome, mas foi chamada assim por um anjo; esse anjo disse que mudaria a vida da primeira pessoa que cruzasse uma esquina famosa - que eu não lembro qual era -, e essa mulher cruzou e foi batizada pelo anjo como Sunlight. A partir daí, o anjo tenta convertê-la para a religião Adventista. 
   É interessante porque você acaba conhecendo mais sobre a religião, é um aprendizado na verdade, como se vocês estivesse num culto, entende? Eles acreditam na bíblia e o livro é todo baseado no livro de Apocalipse, embora cite trechos de outros. O final desse livro é lindo e emocionante, e até medonho, embora eu já sabia do final porque, na Escola Sabatina (onde tem o projeto da biblioteca), eles já tinham me contado. Mas é uma boa pedida pra você que tem curiosidade em conhecer um pouco mais sobre a religião.

9. Virtude Indecente


   Adoro esse livro porque foi um dos primeiros da Nora que eu li e o final é legal até. Tudo bem que não chega a ter um final perfeito, mas é um dos meus favoritos. Fiz resenha dele há um tempão e não vou comentar aqui, portanto, se você quiser conferir, clique aqui.













10. A Pousada do Fim do Rio

   É lindo, lindo, lindo! Do início ao fim, é lindo e emocionante, a Nora é uma ótima escritora e esse livro é apaixonante e envolve tanto sentimento controverso! O final é interessante, porque você descobre o que aconteceu realmente na vida de Olivia na noite em que sua mãe foi assassinada. Descobre o assassino. Se surpreende. Chora. Gente, chora, sério, é lindo, não tenho como descrever a emoção que esse livro passa para os leitores. Fiz resenha dele também, leiam! Mas leiam principalmente o livro, porque sério, é um dos meus favoritos. 











   É isso pessoal, espero que tenham gostado! Se vocês concordam comigo, comentem! Se não concordam, comentem também!

Beijos,
Renata.

5 comentários:

  1. Eu ainda quero ler muito um livro da Nora Roberts, quem sabe eu começo pelo algum dos dois que você citou... Vivo curiosa sobre Veronika decide morrer, parece ser um livro muito bom, e da forma que você falou, fiquei ainda mais curiosa.
    E agora quero muito comprar A Última Nota, li a resenha e praticamente enlouqueci querendo ler a história!! Eu nem imaginava que podia ser brasileira, achei bem inusitado a história e com certeza estou louca para ler :D

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei mto do que vc escreveu sobre A cidade do sol. Quero ler, não é a primeira opinião super positiva que leio sobre ele.

    Adoro os clássicos da Literatura Nacional, então, gostei mto das escolhas dos livros A moreninha e Dom Casmurro.

    PS: Eu acho que Capitu traiu, sim, dentre outras razões pela visão negativa que Machado costuma demonstrar em suas obras em relação as mulheres.

    :)

    ResponderExcluir
  3. Desses livros eu só li Os 13 Porquês, Dom Casmurro e A Moreninha!!
    Eu gostei bastante de os 13 porquês e concordo com o q vc fosse sobre ele, achei esse tema um pouquinho complicado... Parabéns pela lista....

    ResponderExcluir
  4. Eu li a Moreninha pra escola também, e gostei bastante. Eu lembro que no final a gente descobre que eles já se conheciam, mas a outra coisa que você falou eu não me lembro mais, faz tempo que eu li. Acho que vou reler.
    A do Dom casmurro eu não li, porque estou começando o livro agora. Na verdade o começo não me está me prendendo muito, mas espero gostar do resto.
    Os outros eu ainda não li :(
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  5. Amo essa coluna!
    Não li nenhum desses livro. Só ''Os 13 Porquês'' que estou ainda estou lendo e amando! É muito bom!
    ''A Última Nota'' não é de hoje que quero ler.
    Fiquei bem curiosa por ''A Pousada do Fim do Rio''. Vou dar uma lida na resenha.

    ResponderExcluir

A leitura é uma porta aberta para um mundo de descobertas sem fim. - Sandro Costa

Obrigada pela visita. Sinta-se a vontade para dar sugestões, fazer críticas ou elogios!