Tá perdido?

Carregando...

Sobre nós

Curta!

Seguidores

Twitter

Siga por e-mail

Siga!

Eu leio Brasil

Pai bárbaro

Loja do leitor

Meise está lendo

Isadora está lendo

Blog Archive

Favoritos de Meise

Favoritos de Isadora

Tecnologia do Blogger.

Link us

Viciadas em Livros

Arquivo do blog

10 de junho de 2013

O dia mais lindo






Bom dia. Dia certamente é um adjetivo que não pode ser, mas mesmo assim, eu insisto em compara-lo a
você. Minha manhã repleta de raios envergonhados por saberem que são eles o motivo daquela claridade confortante, meu meio-dia, aquele onde recarrego as forças, minha meia tarde, cheia de esperanças, de algo melhor, meu pôr-do-sol, o algo melhor que esperei o dia todo. E a noite? Ah, a noite, é calmo, sereno, e é bom para aconchegar todos os maiores sonhos do meu mundo, aquele do qual você é o bem maior. Você é você. 

Não existe melhor forma de te bendizer do que esta, simplesmente ela me lembra a melhor parte de toda uma vida, como quando se te um pesadelo e instintivamente a manhã te acorda e faz perceber que a realidade pode ser melhor, pode estar do teu lado, pode ser você. Pense bem, imagino que nunca tinha reparado em como essa pequena e essencial palavra era significante e inigualável. Talvez nem tanto, pois o teu nome faz jus a todo esse falatório. 

Posso aparentar as vezes que meu poetismo não está interligado a questão fundamental de te amar, mas é o contrário. Nunca senti o que sinto por ti, por isso mesmo posso admitir com franqueza que é amor, o mais majestoso e lírico amor de todos, aquele cantado em óperas, recitado em teatros, aplaudido em festivais musicais, ou apenas lido e apreciado em um quarto solitário, mas de qualquer forma continua sendo amor. Na verdade não posso exemplificar de forma completa e encher de exemplos, pois perderia todo o encanto, quem vos faz, não está seguindo os conformes. Apenas sinta, disseram os meus sentidos, e foi isso o que fiz, te senti, procurei, te respirei, te vivi, eu fui você, e sempre serei. 

O amor que vive em mim, não pode ser comparado, não pode ser buscado, ele foi trazido até mim por meio do mais inigualável destino, do qual eu jamais poderia saber, teriam medo de que não conseguissem cumprir a sua missão e obrigada a quem quer que seja por me deixar na mesmice do não-saber. Agradeço todos os dias, até nos chuvosos, por ter te encontrado, por ter merecido, mesmo não sabendo como, te ter. Com uma simples frase eu posso descrever o que eu estou vivendo o que vou viver para o resto da minha vida, "Eu desejei amar alguém como você por toda a minha vida, e por toda ela, eu te amarei". Você não sabe mas caíram lágrimas quando a conclui. Não sei você, mas por mim, essa seria a frase do nosso casamento, que certamente virá, brevemente se depender da nossa vontade.

Minha vontade é de ficar o tempo todo, e isso não desconta os momentos menos prazerosos, não, eles são aprendizados, que nos tornarão mais resistentes ao mundo e as pessoas que vivem nele. Eu não sinto necessidade alguma de ficar ou de fazer algo "só para mim", pois eu não sinto que essa parte de mim exista. Eu sou você, se pudesse trocaria de nome e me chamaria "Você". Eu não sei mais o que te escrever, meu amor, eu choro de alegria por saber que você me ama da mesma forma que eu te amo, que nós nos completamos da forma mais inusitada que eu já pude imaginar, pelo respeito que temos um pelo outro, pelo cuidado e carinho, pela vontade de ter um ao outro, pelo amor e respeito que temos um pela família do outro também. Eu te amo, sempre vou te amar e espero passar o resto dos meus dias, seja como forem ao seu lado, e essas são as palavras mais sinceras que já ousaram se formar em minha voz. 

P.s: Digo, e confirmo, que este amor foi comprovado por vários testes, clínicos ou não, então não existe porquê haver desconfianças, pensem em remédios, e então não pensem mais. 


0 comentários: